Desafios 2Minds

[et_pb_section bb_built=”1″][et_pb_row][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text _builder_version=”3.0.93″ background_layout=”light”]

Corujas Bruxas vs Gatos Magos

O pessoal do Desafios 2Minds – o melhor grupo para se praticar desenho no Facebook – propôs esse ano uma séries de desafios diferentes. Basicamente o pessoal se dividiria em dois grupos, os de Corujas Bruxas ou Gatos Magos e passaria o ano desenhando desafios relacionado ao grupo que escolheu.

Eu fiquei com os Gatos Magos e  fiz uma arte representando o meu grupo: Vonde o gato mago:

 

Vonde, o Gato Mago

E aqui o primeiro desafio, chamado de Gangue de Vassouras.

Imagine gangues de motoqueiros que disputam entre si e as autoridades, mas na real são pilotos de vassouras das gangues dos Gatos Magos e a gangue das Corujas Bruxas. O integrante de cada time deve fazer um personagem e seu veículo mágico, você pode contar um pouco sobre ele na descrição, mas lembre que o importante é passar as características do personagem no próprio concept.

 

E aqui temos Vondell, um andarilho que gosta de sair para passear com o seu gatinho Volde na sua vassoura e o seu passatempo favorito é ultrapassar aviões e membros das Corujas Bruxas que se acham velozes…

Vondell

A arte foi feita em 30 minutos usando nanquime marcadores Copics

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Klaus 2017

Eu tenho uma tradição pessoal de no Natal produzir uma ilustração da minha versão barbarian do Papai Noel, que eu chamo de Klaus. Esse ano, além da arte, posto também o speedpainting que fiz no app Procreate. Confira o passo-a-passo:

E aqui a arte:

Clique na imagem para ver a versão ampliada

E segue aqui uma galeria com as imagens do Klaus dos anos anteriores:

#inktober’17 – Dia 22: Udyr versus Volibear

E ainda na correria para ficar com o Inktober em dia, resolvi fazer um confronto entre dois personagens do MOBA League of Legends.

Numa pesquisa rápida por sugestões no Facebook, os mais pedidos foram o andarilho espiritual Udyr e Volibear, o rugido do Trovão.

Então, nada mais justo do que colocá-los pra brigar, certo?

Confira a arte:


Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2007

#inktober’17 Combo – Dias 17, 18 e 19 – Fighting Games

Na corrida do Inktober, peguei três dias com o mesmo tema: Fighting Games.

Seguem respectivamente: Bob Wilson (de Fatal Fury), Sagat (de Street Fighter) e uma versão mais velha de Jano (de Mortal Kombat):


Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2007

#inktober’17 – Dia 16: Stefan Wess

No Inktober de hoje resolvi pegar um desenho antigo meu, de 1996 e refazê-lo.

Trata-se um NPC (Non-player Character) das mesas de Mundo das Trevas que eu jogava. Na história eu jogava com um Toreador que era filho de um Lobisomem, um Cria de Fenris posto 5 chamado Stefan Wess.

Depois eu peguei esses personagens e fiz uma versão cômica desses que ficaria conhecia como World of Happiness, mostrando o cotidiano da Família Wess.

Uma das tradições que eu tinha era de todo ano desenhar um dos personagens numa pose meio “Capcom”, estilosa, tipo num jogo de luta com frases de efeito e tudo.

O primeiro desenho foi justamente o do Stefan, empunhando o seu Martelo de Thor (um fetiche, como são chamados os objetos mágicos na ambientação do jogo).

Infelizmente eu só tenho a imagem original num tamanho péssimo, numa época que a resolução padrão das telas era 800×600 pixels:

E segue agora o “remake”:

Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2007

#inktober’17 – Dia 14: Arturo, o Urso Guerreiro

Aproveitei o Inktober para dar umas atualizadas em algumas artes para o Barrigas & Pelos, meu projeto de RPG LGBTI.

A arte em questão é uma atualizada no visual do urso guerreiro, que por sinal foi a primeira ilustração do projeto. E ainda coloquei duas sugestões de votação para o nome personagem no meu instagram.

E com vocês, Arturo– o Urso Guerreiro:

Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2007

#inktober’17 – Dia 13: Wuvable Oaf

Dia 13 de Inktober e com ele uma homenagem a um quadrinho indie ursino que eu adoro: Wuvable Oaf, de Ed Luce.

A história central segue o personagem do título, Oaf Jadwiga, na sua busca pelo amor em uma cidade que nunca é explicitamente nomeada, mas é baseada em São Francisco. Uma série de subtramas incluem o relacionamento estranho de Oaf com seus gatos (dos quais ele possui dezenas) e obsessão com a banda de disco Eja©uloid, cujo cantor principal é o principal interesse amoroso de Oaf. O quadrinho também apresenta um extenso elenco de personagens, muitos dos quais protagonizaram suas próprias histórias de spin-off e mini-histórias.

Sem mais delongas:

Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2007

 

#inktober’17 – Dia 12: Dark Barbarian

Atrasos a parte, o Inktober de hoje foi inspirado pela estética de personagens da série de jogos Souls (Demon’s Souls e Dark Souls I, II e III) e Bloodborne, conhecidos por sua grande dificuldade.

Então resolvi desenhar um bárbaro inspirado nesse estilo:

Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2007

#inktober’17 – Dia 8: ThunderCats versus…

O Inktober de hoje tem mais que um gosto de nostalgia e, confesso era uma coisa quee ue sempre quise ver na telinha.

No instagram eu lancei uma enquete em que avisava que o tema do dia 8 seria ThunderCats, um desenho que fez parte da minha infância. E na enquete, perguntava se a arte seria sobre os ThunderCats clássicos, de 1980 ou a versão reboot, de 2011, que eu gosto muito, confesso. E na votação, ganhou disparada a versão de 1980.

Só que, desde o ínicio a ideia da arte era ter um crossover com uma outra série da mesma produtora, os SilverHawks, confira:

Eu não sei vocês, mas eu adoraria ver esse duelo na tela…

Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2007

#inktober’17 – Dia 5: Bara Love

E o tema do Inktober de hoje é bem auto-explicativo.
E a escolha foi feita no meu history no Instagram entre BARA (SFW) e Nintendo…
Segue o resultado:

O legal que eu pude praticar mais usando pincéis, de acordo com uma dica que o meu amigo Bear Dex me deu.

Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2017

#inktober’17 – Dia 4: Steampunk Lady

E hoje no Inktober, um flerte com um estilo de história que eu gosto muito: o Steampunk.

Resolvi desenhar uma aventureira, chamada de Ana, munida de sua pistola e seu braço mecatrônico, combate as ameaças com inteligência e estilo!

Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2017

 

#inktober’17 – Dia 2: Hexadecimal

Ainda numa onda nostálgica, o Inktober de hoje é da personagem Hexadecimal, da série ReBoot.

Essa série canadense, de 1994, impressionou na época por ser totalmente produzida por computador. Claro que hoje em dia ela é datada, mas se tinha uma coisa que eu achava legal era o vírus de computador Hexadecimal.

Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2017

#inktober’17 – Dia 1: Powerline

Inktober! Esse evento super legal onde você posta um desenho arte-finalizado durante todos os dias de outubro!

A iniciativa foi criada pelo ilustrador Jeff Parker, confira o vídeo em que ele explica como tudo começou:

E para participar é bem simples:

Mas chega de papo e vamos ao que interessa.

Todo mundo tem um filme marcante. Embora a Disney tenha uma coleção de animações espetaculares, uma das minhas favoritas é Pateta, o Filme – que completou recentemente 20 anos.

Então, resolvi começar o inktober com uma arte do ídolo teen do filme: Powerline!

Confira a galeria do Inktober de 2017 clicando aqui!

#inktober #inktober2017

#sketchember’17 – #28 Cross Fire Parody

Hoje o Sketchember tem uma crítica, mas é por uma boa causa.

Navegando pela interwebs a procura de mais opções de MMORPG grátis para se jogar, me deparei com uma propaganda de um jogo sul-coreano de tiro em primeira pessoa chamado Cross Fire. Por não ser o tipo de jogo que gosto (Overwatch é uma exceção) não faço idéia se ele é famoso ou não…

Mas ver a propaganda do jogo teve uma coisa que me incomodou – e muito. O visual da personagem feminina.
Saca só:

A proteção dela deve ser invisível… só pode.

Não é a primeira vez que vejo esse tipo de coisa, fora em jogos de fantasia, posso citar as personagens Quiet em Metal Gear e Cammy em Street Fighter. Foi então que resolvi equilibrar as coisas na ilustração de hoje:

Agora sim… Bem melhor!

Curtiu? Dá uma olhadinha no link da página com a galeria completa do Sketchember, clicando aqui!

(Quase) #sketchember’17 – #26 Genn Greymane

A arte de Sketchember de hoje seria um fanarte de Genn Greymane, líder dos Worgens em World of Warcraft. Mas eu tava com saudades de praticar o colorido com as Copics e acabei arte-finalizando o desenho.

Segue o esboço:

Curtiu? Dá uma olhadinha no link da página com a galeria completa do Sketchember, clicando aqui!

E a arte-final:

#sketchember’17 – #24 Mago

Esse Sketchember é especial. É inspirado na arte do Dex Land, um artista supertalentoso que eu sou muito fã!

Ele criou um mago com uma braço mecânico, olha que coisa mais linda:

Clique na imagem para apreciar as outras artes do Dex!

Eu amei de paixão essa arte, tanto que pedi permissão de desenhar esse personagem que ele criou.
E segue aqui a minha versão:

Curtiu? Dá uma olhadinha no link da página com a galeria completa do Sketchember, clicando aqui!

 

Black Lives Super Matter Collab

Eu fui convidado para participar da Black Lives Super Matter, uma collab de personagens negros super poderosos que visa protagonismo negro nas histórias em quadrinhos, filmes, games e diversas mídias por meio de ilustrações, além de divulgar personagens com pouca visibilidade.

Eu acabei desenhando Mister Terrific, da DC Comics. Confira:

VocÊ pode conferir as outras artes da Collab, clicando aqui!

#sketchember’17 – #20 Bull Harley

E a arte do Sketchember de hoje tem gostinho de sessão da tarde…
Tava sem ideias do que desenhar, fui assistir Over the Top! (Falcão, o Campeão dos Campeões), filme do Stallone de 1987 em que ele interpretava um caminhoneiro que tentava se aproximar do filho e nas horas vagas participava de campeonatos de queda de braço.

Então desenhei o “vilão” do filme e rival do Sly, Bull Harley:

Curtiu? Dá uma olhadinha no link da página com a galeria completa do Sketchember, clicando aqui!

#sketchember’17 – #16 Storm

Hoje o Sketchember tem um gostinho de #drawingwhileblack, celebrando os desenhsitas negros, resolvi desenhar uma negona da porra!!

Com vocês Ororo Monroe, a Tempestade (Storm):


Me inspirei no visual dela que mais gosto, o do moicano. Fora isso, Ororo é a minha segunda negona favorita da Marvel – pois a primeira é a Monica Rambeau (que já foi Capitã Marvel, Fóton e atualmente é chamada de Pulsar), que já está na lista.

Curtiu? Dá uma olhadinha no link da página com a galeria completa do Sketchember, clicando aqui!

#sketchember’17 – #14 Disney Fantasy: Merida

Hoje resolvi fazer algo diferente no Sketchember. Fiz uma releitura de uma das minhas princesas Disney favoritas (sim, eu curto algumas): Merida, de Valente.

Convenhamos que a personagem já é RPGisticamente pronta: sua habilidade com o arco já a coloca como uma ranger de respeito. Confiram se eu não tenho razão:

Estou pensando se faço uma série com versões RPG de outras princesas, o que acham?
Curtiu? Dá uma olhadinha no link da página com a galeria completa do Sketchember, clicando aqui!

#sketchember’17 – #11 I Wanna Dance With Somebody

Resolvi falar de amor no Sketchember de hoje. Inspirado pela versão de “I Wanna Dance With Somebody” cantada por Matt Alber. Acabei pegando os rascunhos que fiz no iPad e fazendo uma animação no Adobe Animate (antigo Flash).

Confira:

E aqui o link da página com a galeria completa do Sketchember!

#sketchember’17 – #10 Fatal Fury

O sketchember de hoje tem um plus…
Senta que eu explico:

O tema de hoje seria Fatal Fury, só que o sketch ficou tão legal que eu resolvi arte-finalizar.

Segue o sketch do australiano Raiden, que também ficou conhecido como Big Bear:

E aqui a versão arte-finalizada:

 

Você pode conferir a versão maior dessa arte na galeria 2017 e você confere a galeria completa do Sketchember, clicando aqui!

#sketchember’17 – #9 Silva

Hoje o Sketchember é um redesign de um personagem antigo que criei, para uma história cyberpunk, em 2000, que nunca saiu do papel, chamada CyBR.

Resumidamente, seria uma história ambientada no Brasil onde dois jovens hackers tentariam impedir uma conspiração pela venda da Amazônia. Dentre os personagens, existia um caminhoneiro, ex-militar, com um braço ciborgue, chamado Silva, que ajudaria os dois jovens.

Aqui, um desenho dele (direto da minha galeria de trabalhos mais antigos):

Silva

Bom, segue agora a versão pro Sketchember:

E aqui o link da página com a galeria completa do Sketchember!

#sketchember’17 – #7 Eggette

A arte do Sketchember de hoje tem origem no jogo Sonic Mania, em que o usuário @blackbookalpha ao ver o chefe aranha da Flying Battery Act 2 achou que em vez de ser o Dr. Robotinik de ponta-cabeça imaginou uma garotinha, assim criando uma sobrinha chamada Eggette, mas também apelidada de Omelette:

Aqui o vídeo com a boss battle:

E aqui o concept de Eggette:

O mais legal que os fãs de Sonic amaram a Eggette, inundando de fanartes e pedidos para a Sega torná-la cânone.

E é claro que não resisti em desenhá-la:

E aqui o link da página com a galeria completa do Sketchember!

Commission – Trettanomyces

E a commission de hoje foi uma encomenda do Raoni Soares, do canal Boteco do Raoni, que encomendou uma ilustração para uma camiseta, inspirado num meme do canal:

O Raoni já encomendou uma commission com uma versão dele e da esposa Nina com o filho Arthur como sobreviventes de Zombicide (Confira aqui).


Para conferir outras commissions, é só clicar AQUI.

E se você quiser encomendar uma, é só clicar AQUI.

#sketchember’17 – #3 Tauren Caçadora

Vaka Gostosa – Tauren Hunter

No terceiro dia de Sketchember, uma homenagem a uma das minhas personagens mais antigas de World of Warcraft. A primeira dos meus personagens a derrotar Garrosh em Mist of Pandaria. Minha incrível caçadora tauren… Vaka Gostosa.

Sim, o nome é terrível e foi escolhido numa época para ser trocadilho engraçadinho e combinar com o espírito liberal dela, pois eu gosto de criar história para os meus personagens.
Eu sei, só piora. Mas escuta a histórinha. Pufavô.

Quando eu criei meu primeiro personagem, ainda no servidor Nemesis, foi um Tauren Druida cahamado Boidkraprta. Foi o único jeito de colocar “Boi da Kara Preta“. Ele tinha uma personalidade meio sisuda, mas tinha bom coração. Então a Vaka era a irmã mais nova dele, mais alegre…

E já está em meus planos mudar o nome da personagem. E como eu queria manter um tom irreverente no nome, o novo nome será Bovaleska. Vindo de Bovina com Valeska.

Mas chega de papo e vamos ao desenho:

E aqui o link da página com a galeria completa do Sketchember!

#sketchember’17 – #1 100 anos de Kirby

Resolvi participar do Sketchember, uma iniciativa semelhante ao Inktober em que passamos o mês de setembro postando sketches!

Ao contrário do último Inktober, resolvi organizar uma listinha para que eu não me perca.

E para começar, uma homenagem ao aniversário de 100 anos do mestre Jack Kirby.
Então pensei em como seria um personagem ursino criado e desenhado pelo mestre.
Surge então:

THE KODIAK!!

Aproveitando: segue aqui o link da página com a galeria completa do Sketchember!

Barrigas & Pelos – Poster 2

Sou um fã declarado da Capcom, e inspirado numa arte icônica de Super Street Fighter II fiz a última ilustração do meu sketchbook com os personagens do Barrigas & Pelos.

Aqui o desenho original e versão dele para o Ultra Street Fighter II:


Eu já havia publicado a minha versão dessa arte no meu Instagram:

E agora segue a versão final, trabalhada (que você pode conferir na galeria dos meus trabalhos de 2017):

 

 

Beratlus

A ilustração de hoje é mais uma contribuição para a mitologia do Barrigas & Pelos.
Eu vou aproveitar e agradecer ao meu amigo Walder pela ajuda no texto!

“Antes do primeiro brilho da primeira estrela, Noun deu origem aos sete primeiros deuses e deu a cada um a tarefa da criação de tudo o que existe. Orgulhosos de seus próprios poderes e almejando entregar o trabalho mais perfeito e impressionante, as crias de Noun travaram uma disputa entre si pelo reconhecimento do pai. Porém, Beratlus e Kumaisan, que desde o nascimento se afeiçoaram um com o outro, decidiram se unir e pediram permissão a Noun para executar apenas uma tarefa. Noum abençoou o amor dos dois deuses e repousou.

Malafey, o primeiro nascido, responsável pela criação do caos, intrigado com a decisão dos irmãos, procurou Beratlus e Kumaisan e descobriu que estavam criando um mundo, símbolo da paixão que nutriam um pelo outro. Movido pela inveja e incompreensão deste amor, Malafey abandonou seu projeto e se dedicou a envenenar os pensamentos de Beratlus para que ele acreditasse que Kumaisan não retribuía o seu sentimento verdadeiramente e que quando terminassem a tarefa, ele iria trair Beratlus, levando Artus, o sétimo nascido e melhor amigo de Kumaisan, para viverem eternamente no mundo que criaram.

Cego pelos pensamentos sombrios de Malafey, Beratlus travou uma luta com Artus, o que culminou na destruição do trabalho dos outros deuses. Apesar de serem os filhos mais novos, Artur era o mais forte e impetuoso de todos e Beratlus o mais habilidoso e sábio e nenhum dos outros deuses conseguiram impedi-los. Kumaisan, vendo a violência de seu amado, resolveu acalmá-lo colocando-se entre os Beratlus e Artus. Ainda envolvido em sua fúria, Beratlus só percebeu a presença de Kumaisan quando sua mão estava atravessada em seu peito. Ao ver o que tinha feito, seus pensamentos foram libertos da influência de Malafey, porém, tarde demais. Em seu último momento, Kumaisan pediu para que Beratlus concluísse a tarefa e fosse o guardião do mundo que se chamaria Bera. Beratlus então pegou o coração de seu amado e criou o nosso mundo depositando o coração de Kumaisan no centro do mundo, mantendo-o de pé com as próprias mãos.”

E segue a ilustração: