Ninguém gosta quando um desenho saí errado. Seja uma arte-final ruim, tinta que derrama, a folha que amassa quando você vai apagar…

Eu sou daqueles que sai do sério e já vai destacando a pagina, o que resultava em sketchbooks finos e com poucos desenhos (culpa da minha mania de perfeição).

Quando eu retomei meus sketchbooks, eu tinha criado uma regra: não iria de forma alguma arrancar as páginas, caso o desenho desse errado. E tinha colocado na cabeça que essa regra é inquebrável.

Já  aconteceu de algumas artes darem errado. Na maioria das vezes consegui contornar, gerando resultados melhores do que a ideia original. Mas recentemente duas experimentações acabaram em desastre. Claro que seria muito mais fácil arrancar a página e fazer de conta que o erro nunca aconteceu. Mas eu precisava ser forte. Fui e pintei as páginas de preto. Esteticamente funcionou, mas o erro ainda estava lá. Pior que uma página em branco, uma página em preto significava um erro encoberto.

Então resolvi arriscar e experimentar trabalhar com luz e sombras. Na verdade pintar o branco sobre o preto, usando minhas canetas Poscas. Se desse errado eu pintaria de novo a página de preto e desenharia um círculo e um cubo, respectivamente 😉

Mas não é que essas experimentações ficaram legais? Acabei desenhando um urso e o Homem-Aranha com o seu clássico uniforme negro, confira logo abaixo:

urso_sombra_by_maro_bym spiderman_black_costume_by_marco_bym

Para ver em tamanho maior, é só clicar AQUI.

Bom, ninguém gosta de errar, mas é muito bom quando do erro surge uma coisa bem legal, não é?

%d blogueiros gostam disto: